A vila piscatória de Rabo de Peixe 🐟

World to Explore Travel Blog Roteiro Itinerário Itinerary Script Travel Rabo de Peixe Fishing Port Porto de Pesca Pobre poor

Rabo de Peixe é uma freguesia que se situa no norte da ilha de São Miguel nos Açores. Pertence ao concelho da Ribeira Grande e é assim designada devido à semelhança que uma das suas pontas de terra tem com uma cauda de um peixe.

Em Agosto, quando viajei para os Açores, adicionei logo ao meu roteiro de viagem esta freguesia porque tinha visto uma reportagem que dizia que Rabo de Peixe era das zonas mais pobres da Europa. Posso-vos já dizer que numa curta passagem por lá isso facilmente se entende, embora se note que pode ser pobre mas também orgulhosa das suas raízes e de tudo aquilo que conquistaram. 

Quem está de visita aos Açores não deixe de incluir Rabo de Peixe no seu roteiro caso tenha tempo. Uma curta paragem chega dado que as maiores atrações são mesmo a Igreja do Bom Jesus e o seu porto de pesca que é o maior dos Açores. A título de curiosidade, sabe-se que a maior parte da população desta freguesia, cerca de 10 mil pessoas, vive essencialmente da pesca 🐟 e da agricultura 🚜.

História

A data em que Rabo de Peixe foi povoada não é certa mas aponta-se que tenha sido por volta do século XV (15). A zona do lugar de Santana, uma extensa planície pertencente à freguesia, foi transformada em campo de aviação militar durante a Segunda Guerra Mundial (entre 1939 e 1945) tendo passado para as mãos da aeronáutica civil em 1946 com a construção do primeiro aeroporto da ilha de São Miguel. Já em 2004, no dia 25 de Abril (um dia muito importante em Portugal que celebra a Liberdade e os direitos), Rabo de Peixe e a sua área geográfica de quase 17 quilómetros quadrados foi promovida a vila açoriana.

🚗 Onde estacionar

Infelizmente a carrinha da vista de rua do Google Maps ainda não teve oportunidade de dar um salto a Rabo de Peixe, mas não se preocupem que o condutor já me ligou a dizer que está a tratar disso 🤣. Como acho que já entenderam por esta altura, se são seguidores do blog, sou um pouco maníaca a planear as minhas viagens e gosto de ter uma boa noção das coisas. Por causa disso, antes de ir a algum sítio vou ao Google Maps em vista de rua e decido 2 ou 3 sítios onde posso estacionar. Desta vez não foi assim porque não havia vista de rua então tive que ir à descoberta. Felizmente tivemos sorte e estacionamos o carro na praça central de Rabo de Peixe.

O que visitar

Tal como vos disse, uma paragem rápida em Rabo de Peixe (cerca de 20/30 minutos) chega e sobra para ficar com uma ideia bem clara da região. Como pontos turísticos interessantes destaco a Igreja do Bom Jesus e o Porto.

Igreja do Bom Jesus

Localizada mesmo ao lado da praça central da freguesia, sabe-se que a construção desta igreja durou 150 anos tendo começado a ser construída em 1522 para substituir outra que já existia no mesmo sítio. Tem um traço harmonioso e uma construção em estilo barroco composta por três naves, uma ampla central e duas laterais. 

Quando passei pela igreja estava fechada logo só tive oportunidade de a ver por fora. Nota-se perfeitamente que é um local de convívio por parte dos habitantes de Rabo de Peixe dado o elevado número de pessoas sentadas na escadaria e no muro à sua frente. Até me senti intimidada enquanto tirava a fotografia 📸 de tantas pessoas que estavam a olhar (senti-me o centro das atenções!).

World to Explore Travel Blog Roteiro Itinerário Itinerary Script Travel Rabo de Peixe Fishing Port Porto de Pesca Pobre poor Church of Bom Jesus

❃ Porto de pesca de Rabo de Peixe

Tal como já referi, o Porto de pescas de Rabo de Peixe é o maior dos Açores e conta também com a maior comunidade piscatória. Por causa disso, nota-se que existe um esforço por parte do governo dos Açores para ir restaurando algumas zonas e dar melhores condições aos pescadores.

Estávamos extremamente cansados e então só vimos este porto do alto. Deu para entender que é um porto pequeno mas moderno que tem cerca de 40/50 barquinhos de pesca 🚣‍♂️.

Esta vila piscatória merece pelo menos estar incluída no seu roteiro de viagem para uma paragem rápida. Como já disse, não é preciso muito tempo para ficar com uma ideia da essência do lugar. Espero ter-vos dado uma ajuda e despertado um pouco do interesse. Tenho pena de ter tirado poucas fotografias mas como estava cansada acho que não estava para aí virada. Não deixem de me acompanhar pelo instagram que publico por lá todas as novidades sobre as minhas viagens. 

Todos os posts sobre os Açores aqui.

You may also like...

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *